quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Torcedor de atitude

Quem acompanha o "ABC em números" desde o início, sabe que eu costumo falar apenas do ABC e das competições que o clube disputa. Raramente falo do rival, mas essa eu não poderia deixar passar.

Nas últimas semanas surgiu uma especulação de que o América/RN estaria insatisfeito com as condições do estádio Barrettão, onde vem mandando os seus jogos desde maio, e solicitou a CBF que autorizasse o clube a mandar seus jogos no estádio Nazarenão, o mesmo que o clube jogou em 2011 e 2012.

Para quem não sabe, isso rasgaria completamente o regulamento da Série B, onde um clube é OBRIGADO a mandar em um estádio que caiba no MÍNIMO 10 mil pessoas, sendo que o Nazarenão não cabe nem metade disso.

Vale ressaltar que o América/RN vinha tendo um desempenho pífio nesse estádio, com 5 derrotas, 5 empates e apenas 1 vitória, criando a famosa "Maldição do Barrettão". Com a mudança do mando de campo para o Nazarenão, o clube seria privilegiado pela CBF, coisa que não aconteceu com outros clubes. Só para citar um exemplo, em 2011 o Salgueiro teve que disputar a Série B na cidade de Paulista-PE, pois o Salgueirão não tinha a capacidade mínima exigida pela CBF.

Diante dessa situação, um torcedor do ABC, mais precisamente do blog Salve o Mais Querido, resolveu não se omitir diante de tanta safadeza para favorecer o rival e fez um post em seu blog afirmando que iria ao Ministério Público denunciar o América/RN e a CBF.

A publicação ganhou uma enorme repercussão, fazendo com que vários sites famosos comentassem sobre o assunto. Depois disso, o torcedor fez o que havia prometido e foi ao MP denunciar o rival e a CBF, que logo ingressou com uma ação civil pública para impedir que o América/RN jogue em Goianinha. Para conferir a íntegra da ação, clique aqui. A ação é liderada pelo promotor Augusto Peres Filho.

Tenho que parabenizar esse torcedor, que não teve seu nome identificado, mas caso tenha, eu colocarei aqui. Teve uma atitude correta como torcedor e como cidadão. Era hora também da diretoria se pronunciar sobre o assunto, mas é quase impossível. Que o regulamento possa ser cumprido e que a CBF e o América/RN possam ser punidos pela safadeza que fizeram (ou tentaram fazer).

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário