domingo, 8 de setembro de 2013

Não adianta inventar

Tudo bem que não adianta chorar pelo leite derramado, mas podemos evitar futuras decepções. Roberto Fernandes, mais uma vez, deu uma de Professor Pardal fora de casa. Pra quê diabos ele colocou Tony no time titular? Pra quê não entrar com um atacante de ofício? Ontem o quarteto ofensivo poderia ter sido formado por Giovanni Augusto, Erick Flores, Gilmar e Schwenck, mas RF preferiu inventar de colocar Tony e ficar sem um atacante de referência. No Frasqueirão, eu não vejo ele inventar em nenhum momento, é sempre racional na escalação e nas substituições, mas ontem mais uma vez falhou (assim como nos outros jogos fora de casa) . É bom lembrar a ele que a situação já tá critica demais, não há espaço para erros. Que no próximo jogo ele possa usar o que tem de melhor.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário