quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Daniel Paulista também está fora do clássico

Na súmula da partida entre Paysandu e ABC, o árbitro colocou que Daniel Paulista recebeu um amarelo por "reclamar da arbitragem", como você confere abaixo:

"Daniel Pollo Barion A.b.c./RN
Motivo: Por reclamar gesticulando com os braços abertos contra a decisão da arbitragem".

Até aí tudo bem. O problema é que logo depois o árbitro cita o cartão vermelho aplicado em Daniel Paulista como direto. Confira:

"Daniel Pollo Barion - A.b.c./RN
Cartão Vermelho Direto Descrição: Expulsei diretamente, aos 37 do 2º tempo, o sr. daniel pollo barion, atleta nº 8 do a.b.c fc, o atleta, após ser advertido com
cartão amarelo por reclamar com gestos - braços abertos - de uma decisão da arbitragem, continuou reclamando de forma acintosa
proferindo as seguintes palavras para minha pessoa, árbitro da partida: "- apita essa porra direito, caralho. você tá de sacanagem!"."

Veja o que diz o ex-árbitro Leonardo Gaciba sobre o caso:

"Caso ele receba um cartão vermelho diretamente neste mesmo jogo em que recebeu um amarelo (por agredir a um adversário, por exemplo), ele cumprirá 2 jogos de “suspensão automática”, ou seja, um pelo terceiro amarelo da série e outro pelo vermelho. Este atleta, depois de cumprir dois jogos (e ser julgado) entra “zerado” em uma nova série de amarelos."


Portanto, o cartão amarelo que Daniel recebeu foi o terceiro, e ele fica suspenso para o jogo contra o Oeste. Se recebesse outro amarelo, os dois cartões seriam anulados e seria aplicado o vermelho. Sendo assim, ele cumpriria suspensão contra o Oeste e voltava no jogo contra o América-RN, mas voltaria pendurado, como é o caso de Flávio Boaventura nos jogos contra Joinville e Guaratinguetá. Porém, não foi isso que aconteceu. Ele recebeu um amarelo e outro vermelho, cumprirá dois jogos de suspensão e está fora do clássico.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário