segunda-feira, 9 de março de 2015

Dal Pozzo vem aí, agora só falta tudo

O ABC demitiu Roberto Fonseca após mais um fiasco no Estadual. O empate contra o Santa Cruz (quase que perde, se não fosse a falha do goleiro adversário nos acréscimos), mesmo jogando com um a mais durante quase o jogo inteiro foi a pá de cal para determinar a saída do treinador do comando do Mais Querido. Fonseca chegou ao alvinegro no final de outubro para substituir Moacir Júnior, e conseguiu fazer com que o ABC permanecesse na competição. O futebol apresentado nos jogos não encanta ninguém, mas o resultado veio e o treinador recebeu a proposta de continuar no clube em 2015. Mesmo sem perder no Estadual, Roberto continuou sem conseguir fazer com que o time jogasse bem, mas dessa vez não obteve resultado, conquistando apenas três vitórias em sete jogos, sendo apenas uma delas em casa. O fraco desempenho dentro de campo, o fraco aproveitamento e a perda do Estadual fizeram Roberto Fonseca ser demitido ainda no último domingo (08), logo após o empate.

Pois bem, como não poderia ser diferente, começaram as especulações para novo técnico, mas dessa vez não tivemos uma chuva de nomes já conhecidos que sempre figuram nas listas de especulações (Sidney Moraes, Vica, Marcelo Martelotti, Hélio dos Anjos, Pintado, Leandro Campos e por aí vai). Apenas um nome foi especulado, mas ganhou muita força e deve ser anunciado mesmo como novo comandante do ABC, assim fiquei sabendo, e assim se especula por toda a imprensa: Gilmar Dal Pozzo. Quem?

Talvez muitos não o conheçam, pois ele é um treinador novo, começou a carreira em 2008, mas só foi aparecer mesmo para o futebol em 2012 e 2013, quando pulou da Série C pra Série A com a equipe da Chapecoense. Fez um grande trabalho no time de Chapecó, por onde trabalhou durante três temporadas. Depois de um mal início na Série A do ano passado, Dal Pozzo foi demitido do clube. No mesmo ano e pela mesma competição, assumiu a equipe do Criciúma, onde ficou por quase dois meses. Não repetiu o mesmo sucesso que teve no time da Chapecoense 13 pontos de 39 disputados, uma média de 33,3% de aproveitamento. A equipe tricolor acabou sendo rebaixada à Série B ao final da competição.

Na minha avaliação, Gilmar Dal Pozzo é o melhor nome que tem hoje no mercado, e se for confirmado a sua contratação, estaremos bem servidos de treinador. Então nossos problemas estão resolvidos, certo? ERRADO!

Roberto Fonseca era apenas a ponta do iceberg. Tem muita coisa errada no ABC. Jogadores como Jussandro, Sandro, Clebinho, Anderson Paraíba e Fabinho Alves chegaram aqui com fama de serem bons jogadores e até agora não mostraram muita coisa. Um golaço de Fabinho contra o Palmeira, um golaço de Anderson Paraíba contra o Corintians... e só. Pra completar, o único que veio com grandes expectativas e correspondeu, já se contundiu e está fora do Estadual. Maravilha!

Cadê a porra do camisa 9? Desde o ano passado que se especula Obina, Wallyson, Souza, Giancarlo e por aí vai, mas de concreto mesmo, nada até agora. Tá faltando também, um camisa 10, um lateral-direito, dois meias e um centro-avante. Tá faltando também Fabinho começar a jogar bola, ou precisaremos começar a procurar um novo camisa 11. Bota Pastana pra começar a trabalhar, porque ficar assim não dá mais. Tem muita coisa que precisa ser corrigida no ABC, a mudança de treinador era apenas uma delas.

Que Dal Pozzo seja confirmado (ou outro treinador, mas contanto que seja do mesmo nível ou melhor) e possa logo começar seu trabalho no Mais Querido. O tempo está passando, um turno já foi perdido, e se não vencer o próximo, o ABC ficará sem título estadual no ano do seu centenário, irá para o seu quarto ano seguido sem título, e ficará de fora mais uma vez da Copa do Nordeste. Que a mudança venha!

2 comentários:

  1. Gilmar Dal Pozzo é o que teria de melhor para comandar o ABC, pois é um técnico jovem, com vontade de vencer. Levou a Chapecoense onde ninguém acreditava, ou seja, a serie A.E quem não sabe quem é Gilmar Dal Pozzo deve ter o conhecimento sobre futebol bem rasteiro!

    ResponderExcluir
  2. Ele me lembra muito o Márcio Goiano quando dirigiu o ABC em 2012. Chegou aqui com status de treinador novo, mas já com um acesso à Série A em seu currículo (Figueirense em 2010), mas acabou sendo um fiasco aqui. Porém, vamos torcer que a história de Dal Pozzo seja diferente, e tem tudo pra ser. Ele é um estudioso do futebol, se inspira muito no técnico Tite, já viajou para diversos países para participar de congressos sobre táticas de futebol, gosta muito da profissão e é esforçado.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário