quinta-feira, 21 de maio de 2015

Fesan já entendeu

Com a demissão do técnico Josué Teixeira, caberá novamente ao auxiliar Ademir Fesan arrumar a casa no ABC. Fesan foi muito bem na sua primeira atuação como interino, após a demissão de Roberto Fonseca. Mudou o esquema para o 4-3-3 e isso fez com que o time mudasse da água pro vinho em apenas um jogo. Mesmo com três vitórias, a direção alvinegra o manteve como auxiliar e trouxe Josué Teixeira, que teve a missão mais fácil do mundo: manter o time vencedor. Diferentemente de qualquer treinador que passou pelo ABC, pelo menos nos últimos anos, Josué chegou com a casa já em ordem, fruto da competência de Fesan. Não estou tirando os méritos de Teixeira, mas o fato é que Ademir facilitou em 90% o trabalho dele.

Pois bem, novamente Ademir Fesan será interino no ABC, que ainda não anunciou o novo treinador. Será que conseguirá repetir o feito? Só saberemos no sábado após o jogo, mas uma coisa é fato, ele já começou bem. Segundo a imprensa, Ademir já confirmou que irá voltar com os três atacantes, sendo dois deles Fabinho Alves e Kayke, faltando a definição do terceiro, que deverá ser Bruno Luiz. Ao contrário de Josué, Ademir já entendeu o que toda a torcida também percebeu em 2015: o ABC só funciona com 3 atacantes. Não adianta, é a única formação que vem dando certo. Fabinho cresceu muito quando passou a ser ponta-esquerda, principalmente quando joga com Lima, e foi de lá que saíram a maioria das assistências do ABC em 2015 (13 no total. 8 de Lima e 5 de Fabinho). O lado direito com Chiclete e Reginaldo não foi tão bem assim, e não gosto de Kayke como ponta, mas pode dar certo, o jeito é aguardar. Prefiro Kayke de centro-avante e Ronaldo Mendes de ponta-direita, com Wellington Bruno sendo o responsável pela armação.

De qualquer forma, o importante é que Fesan foi esperto e já entendeu: o esquema ideal do ABC é o 4-3-3, pelo menos tem sido em 2015. Foi assim que o Alvinegro venceu 10 seguidas. Na primeira mudança, começou a decadência do time. Vale lembrar também que com Lima voltando ao time time titular, o ABC ganha força na bola parada. Leandro Amaro agradece.

Há quem defenda a efetivação no cargo.  Não sei se seria o ideal, até porque teria que esperar dois ou três jogos pela Série B para ver o desempenho dele e aí sim poder decidir, mas acho que até lá o ABC já tem anunciado seu novo treinador. Mas, se ele vence no sábado (e jogando bem), e o Mais Querido ainda não tiver anunciado o novo treinador, podem ter certeza que muitos irão pedir que Fesan continue. O jeito é aguardar...

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário